domingo, junho 01, 2008

276 - Dois Séculos de Jornal

A imprensa brasileira celebra neste primeiro de junho (hoje) uma data histórica: há 200 anos nascia o primeiro jornal brasileiro, o Correio Braziliense. Fundado por Hipólito José da Costa em Londres, o jornal era uma voz de oposição aos monarcas portugueses. Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça nasceu na Colônia do Sacramento (atual Uruguai) em 13 de agosto de 1774 e morreu na capital britânica em 11 de setembro de 1823. Sua trajetória passa pelo Rio Grande do Sul, pois, ainda menino, foi trazido para Pelotas (Capão do Leão), onde recebeu as primeiras letras. Antes de ser um jornalista ardoroso, fundador do pioneiríssimo Correio Braziliense, formouse em Direito e Filosofia na Universidade de Coimbra, em 1798. A serviço do rei, Hipólito viajou aos Estados Unidos, à França e à Inglaterra, países que atravessavam uma fase de I renovação de idéias, em plena Revolução. Preso pela Inquisição em 1802, conseguiu fugir e instalar-se definitivamente em Londres, em 1805. Maçom, aderiu à causa da Independência do Brasil, usando seu jornal para isso.Hipólito é o patrono da imprensa brasileira. Seu nome foi dado à cadeira número 17 da Academia Brasileira de Letras. Em homenagem a seu jornal, cujo primeiro número circulou em 1 de junho de 1808, a data foi erigida em Dia da Imprensa no Brasil.



Fonte: ZAVASCHI, Olyr. Túnel do Tempo - Dois Séculos de Jornal. Porto Alegre: Zero Hora, pag 60 (Almanaque Gaúcho). 31.05.2008
assuntos relacionados: